O Departamento de Justiça dos EUA está a investigar a compra da Autonomy pela Hewlett-Packard, como confirmou a própria HP no relatório anual. A aquisição de dez mil milhões de dólares acabou por comprometer os resultados financeiros da gigante norte-americana, que alega ter encontrado irregularidades financeiras na Autonomy.

Desde então os responsáveis das duas empresas têm trocado acusações e o antigo diretor executivo da Autonomy, Mike Lynch, já reagiu ao anúncio da investigação considerando que "todas as alegações são falsas" e que a falta de provas da HP "não clarifica as acusações" que têm sido feitas.

A HP tem defendido que antes da aquisição da Autonomy alguns trabalhadores da tecnológica britânica manipularam os resultados financeiros, possivelmente para aumentar o valor da aquisição.

O inquérito da justiça norte-americana foi comunicado no dia 21 de novembro à HP e desde então a marca diz estar a colaborar com as entidades judiciais para tentar resolver o conflito.

A Hewlett-Packard está a tentar impor um pagamento de cinco mil milhões de dólares à Autonomy pelas supostas irregularidades registadas.

Nota de redação: foi feita uma correção no valor do negócio


Escrito ao abrigo do novo Acordo Ortográfico

Não perca as principais novidades do mundo da tecnologia!

Subscreva a newsletter do SAPO Tek.

As novidades de todos os gadgets, jogos e aplicações!

Ative as notificações do SAPO Tek.

Newton, se pudesse, seguiria.

Siga o SAPO Tek nas redes sociais. Use a #SAPOtek nas suas publicações.