Apesar de não estar a ser tão bem sucedida quanto gostaria no segmento dos smartphones, a LG terá poucas razões de queixa acerca dos seus restantes negócios. De acordo com o último relatório de contas, a empresa atingiu a marca dos mil milhões de dólares em lucros durante o primeiro trimestre do ano. Em termos homólogos, este valor representa um crescimento de 3,2%.

A tecnológica nipónica justifica este aumento com o preço do seu portefólio de electrodomésticos, que tem escalado ligeiramente ao longo dos últimos meses. Neste segmento, as gamas mais altas foram também elas destacadas pela positiva.

Em contraste, o departamento móvel assinalou perdas de 126,85 milhões de dólares. A gigante coreana espera, contudo, que o lançamento do G7 ThinQ eleve a marca acima da linha de água.

Os resultados mais positivos desde 2009 foram celebrados com a maior aquisição de sempre na história da empresa, que anunciou a compra da ZKW, uma firma austríaca especialista na produção dos sistemas elétricos que marcas como Audi, BMW, Mercedes e Porsche utilizam em alguns dos seus carros. O valor total do negócio ascendeu aos 1,3 mil milhões de dólares. Note que a Panasonic fez uma proposta de aquisição em 2016. O valor oferecido na altura, que rondou os 885 milhões de dólares, não foi suficiente para convencer os responsáveis.

O acordo celebrado com a ZKW tem como principal objetivo ajudar a LG a encontrar o seu espaço no mercado dos carros autónomos. Segundo a tecnológica, ambas as partes vão agora trabalhar em conjunto no desenvolvimento de um sistema faróis inteligentes, que seja capaz de recolher informações de outros veículos autónomos e projetar avisos na estrada.

Não perca as principais novidades do mundo da tecnologia!

Subscreva a newsletter do SAPO Tek.

As novidades de todos os gadgets, jogos e aplicações!

Ative as notificações do SAPO Tek.

Newton, se pudesse, seguiria.

Siga o SAPO Tek nas redes sociais. Use a #SAPOtek nas suas publicações.