A Apple registou um resultado líquido de 5,99 mil milhões de dólares no seu segundo trimestre fiscal, encerrado a 26 de Março, numa subida de 94,7% em comparação com os três meses homólogos.

Refira-se que entre Outubro e Dezembro, a empresa norte-americana já tinha visto crescer esse mesmo lucro em mais de 70%.

Segundo os números revelados ontem, quarta-feira, após o fecho do mercado, as receitas da fabricante cresceram 82,7%, para os 24,67 mil milhões de dólares.

"Com um crescimento trimestral de 83% e crescimento de lucros de 95%, estamos a disparar em todas as direccoes", referiu Steve Jobs, CEO da Apple, drante a apresentação de resultados, prometendo "continuar a inovar em todas as frentes ate ao final do ano".

Para os resultados positivos contribuiu, em grande parte, o sucesso do iPhone, que somou 18,65 milhões de unidades vendidas em todo o mundo, mais 113% do que o registado no mesmo período de 2010.

As vendas de computadores Mac cresceram 28% para os 3,76 milhões, enquanto o iPod teve nove milhões de unidades comercializadas, numa descida de 17%.

Embora aquém das expectativas do mercado, entre Janeiro e Março foram vendidos 4,69 milhões de iPads, um número superior ao registado no ano passado, já que o dispositivo foi lançado em Abril.

Para o trimestre que termina em Junho, a Apple espera registar receitas de 23 mil milhões de dólares.

Não perca as principais novidades do mundo da tecnologia!

Subscreva a newsletter do SAPO Tek.

As novidades de todos os gadgets, jogos e aplicações!

Ative as notificações do SAPO Tek.

Newton, se pudesse, seguiria.

Siga o SAPO Tek nas redes sociais. Use a #SAPOtek nas suas publicações.