Mais precisamente, os anúncios online deverão representar 52% do investimento publicitário global em 2021, superando pela primeira vez a barreira dos 50%. Este ano o valor ainda fica pelos 47% - que compara com os 44% de 2018.

As previsões são da Zenith, no relatório Advertising Expenditure Forecasts, e apesar dos números positivos, também chamam a atenção para alguma “desaceleração”. No primeiro trimestre deste ano, o crescimento da despesa em anúncios online cresceu 12%, comparativamente aos 17% registados em 2018.

O abrandamento deverá continuar ao longo dos próximos tempos, à medida que o mercado amadurece. Em 2021, por exemplo, prevê-se que a taxa de investimento anual esteja nos 9%.

As redes sociais e o vídeo, ajudados pelas melhorias na tecnologia dos smartphones, velocidade da internet e maior segmentação publicitária, são quem mais contribui para a subida do investimento nos anúncios online.

As empresas de média e pequena dimensão apostam a maior parte do seu budget publicitário na internet, enquanto as grandes organizações costumam reservar metade do orçamento, revela ainda o relatório.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.