De acordo com os dados do índice GfK Temax para Portugal, as outras áreas - Foto, Eletrónica Consumo e Informática - aumentaram a tendência negativa registada no primeiro trimestre.

No global, o mercado atingiu 527 milhões de euros no segundo trimestre, o que resultou numa quebra de 3% face aos resultados registados nos três meses anteriores.

No segmento da Eletrónica de Consumo a queda acentuou-se e atingiu os dois dígitos (-17%). Para o sucedido contribuíram especialmente as Televisões, pelo peso que têm neste mercado. No primeiro semestre venderam-se -12% de TVs, resultando em menos sete milhões de euros face a 2014.

No segmento das Tecnologias de Informação, o segundo trimestre foi marcado por uma recuperação, ainda que ligeira, face ao período homólogo. O setor da informática caiu 11% em valor. Os computadores portáteis são o único produto que vai contrariando a tendência, já que tablets também têm evoluído negativamente. Segundo a GfK, estes dois produtos continuam a ser os mais importantes neste segmento pois juntos perfazem cerca de 75% em valor.

Um dos destaques do trimestre entre abril e junho vai para o setor das Telecomunicações, que conseguiu crescer 7%, para resultados de 159 milhões de euros. São os Smartphones que continuam a alavancar este crescimento. No final do semestre, registaram um crescimento a rondar os 28% em valor.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.