A Microsoft interpôs um novo processo contra a Lindows, desta vez na Alemanha. Depois da concorrente ter optado por alterar voluntariamente o nome dos produtos e a denominação do site para todos os mercados fora dos Estados Unidos, a fim de evitar novos processos legais com a Microsoft, a empresa de Bill Gates avança agora com um pedido de indemnização de 100 mil euros por dia por alegados prejuízos, voltando a insistir nas semelhanças.



Segundo a Microsoft, mesmo depois das alterações levadas a cabo pela Lindows, agora Linspire, uma visita ao site da concorrente open source pode facilmente confundir os utilizadores, dadas as semelhanças na informação de copyright disponível.



A audição pedida à justiça pela Microsoft decorreu ontem esperando-se agora uma decisão do juiz que fará avançar o processo ou recusa o pedido. A Lindows optou por alterar o nome fora dos Estados Unidos no passado dia 13 de Abril depois de enfrentar vários processos e perder alguns deles, sendo o mais recente na Holanda.



Em comunicado, a Lindows diz que a Microsoft continua a insistir neste assunto uma vez que no principal mercado - Estados Unidos - não conseguiu ainda o apoio da justiça nas suas pretensões.



No mercado norte americano o caso começou há cerca de dois anos e os vários apelos da Microsoft à analise das potenciais perdas que a empresa poderia sofrer com a possibilidade das marcas serem confundidas ou associadas foram sempre recusados. O caso aguarda agora julgamento.



Notícias Relacionadas:

2004-04-15 - Lindows opta pelo nome Linspire para evitar problemas de justiça

2004-02-02 - Lindows perde primeira batalha judicial com Microsoft na Holanda

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.