A Microsoft anunciou ontem, num comunicado publicado no seu site oficial, a compra da Yammer, uma empresa que cria redes sociais privadas para serem usadas dentro de organizações.

A gigante de Redmond pagou 1,2 mil milhões de dólares (cerca de 960 milhões de euros) em dinheiro pela aquisição, que lhe vai permitir adicionar novas funcionalidades a serviços como o Office, Office 360, Dynamics (CRM) e Skype, explicou posteriormente fonte da empresa numa conferência com a imprensa norte-americana.

A Yammer fornece redes sociais privadas adaptadas à utilização dentro de empresas, concebidas para facultarem a troca de conhecimentos, ficheiros e trabalho colaborativo entre os colaboradores das organizações. Conta com mais de cinco milhões de utilizadores e clientes como a Ford, eBay, LG ou Unicef.

A nova aquisição vai integrar a divisão do Office na Microsoft, mas os funcionários continuam a reportar diretamente ao CEO da Yammer, David Sacks, seguindo-se um modelo semelhante ao adotado aquando da compra do Skype, com a manutenção das instalações e funcionários.

Os serviços prestados pela companhia continuarão também a estar disponíveis de forma autónoma, esclareceram as partes envolvidas no negócio.

Escrito ao abrigo do novo Acordo Ortográfico

Joana M. Fernandes

Não perca as principais novidades do mundo da tecnologia!

Subscreva a newsletter do SAPO Tek.

As novidades de todos os gadgets, jogos e aplicações!

Ative as notificações do SAPO Tek.

Newton, se pudesse, seguiria.

Siga o SAPO Tek nas redes sociais. Use a #SAPOtek nas suas publicações.