A Microsoft e a Oracle anunciaram uma parceria para garantir a interoperabilidade das suas clouds, que vai permitir que os seus clientes possam migrar e executar as cargas de trabalho das suas empresas na Microsoft Azure e na Oracle Cloud. Com esta parceria, as empresas poderão ligar de forma simples os serviços Azure aos serviços da Oracle Cloud.

A parceria disponibiliza a conectividade direta de rede entre as duas nuvens, ao mesmo tempo que deixa que cada uma delas continue a proporcionar serviços de apoio e de suporte ao cliente. Este acordo, pouco habitual, além de oferecer interoperabilidade aos clientes que executam o software da Oracle na Oracle Cloud e o software da Microsoft na Azure, irá impulsionar novos cenários de inovação, como por exemplo, a possibilidade de executar a Oracle E-Business Suite ou a Oracle JD Edwards em Azure, versus a execução da Oracle Autonomous Database na infraestrutura de Exadata da Oracle Cloud.

Em comunicado enviado à imprensa pelas duas empresas, Don Johnson, vice-presidente executivo da Oracle Cloud Infrastructure, afirma que "esta parceria capacita os nossos clientes para procederem à migração de todas as aplicações que já possuem para a cloud, sem terem que redesenhar nada, e salvaguardando os grandes investimentos que já tenham realizado".

Por sua vez, Scott Guthrie, vice-presidente executivo da Microsoft Cloud, salienta que “a Azure é a cloud eleita por mais de 95% das empresas que integram o ranking Fortune 500”, pelo que o seu foco tem estado em “ajudar os nossos clientes a progredirem na sua jornada de transformação digital". Nesse sentido, Scott Guthrie considera esta aliança “natural”, dado que “através dela estamos a ajudar os nossos clientes a migrarem as suas bases de dados e as suas aplicações de negócio para a cloud pública”.

O anúncio da parceria vem de encontro a uma tendência recente da Microsoft de construir alianças com outras grandes empresas, como foi o caso das parcerias com SAP, Adobe e, mais recentemente, com a Sony. Apesar de rivais na área de consolas, as empresas assinaram um acordo de parceria e vão colaborar no desenvolvimento de soluções de streaming de videojogos, tendo o Microsoft Azure como base.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.