A Microsoft acaba de garantir mais um acordo de patentes com uma fabricante asiática de terminais Android, a Compal. Em resultado das outras parcerias estabelecidas, calcula-se que a gigante da informática, neste momento, cobre taxas em 55% dos dispositivos com a plataforma móvel da Google.

O negócio é anunciado pela própria Microsoft, sem revelar valores financeiros, num comunicado onde assegura que já garantiu acordos com mais de metade das fabricantes de terminais com as plataformas Android e Chrome.

Este é o 10º acordo do género estabelecido nos últimos 18 meses. Os restantes incluem empresas como a Samsung, além da HTC, da Wistron, da Acer ou da ViewSonic, entre outros.

A Compal Electronics é a terceira fabricante para terceiros com quem a Microsoft chega a acordo, por oposição aos contratos diretos com as restantes marcas. Neste caso, a Microsoft cobra à saída da fábrica e do cliente, quando comercializa o produto. Em relação à Samsung, por exemplo, é exigido 10,4 euros por terminal vendido.

Paralelamente, desde que lançou o seu programa de licenciamento, em dezembro de 2003, a Microsoft já terá conseguido assinar mais de 700 acordos. Só em contratos referentes aos dispositivos Android a empresa norte-americana deverá receber cerca de 444 milhões de dólares durante o próximo ano.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.