A Berg Insight, uma empresa de estudos de mercado dedicada ao Machine-to-Machine e Internet das Coisas, estima que as receitas de soluções de monitorização remota de pacientes (RPM, na sigla em inglês), irá chegar aos 7,5 mil milhões de euros este ano. Até 2021, o mercado deverá atingir os 32,4 mil milhões de euros, um crescimento de 33,8% nos próximos cinco anos.
Estas receitas incluem os dispositivos de monitorização médica, soluções de conectividade mHealth e plataformas de care delivery. Estas soluções vão permitir uma melhor saúde dos utilizadores a um preço mais eficiente, indica a empresa de estudos de mercado.
Diz a Berg Insight que a indústria da saúde vai avançar para uma idade onde as soluções ligadas à internet vão fazer parte das práticas comuns. “Todos os dispositivos relacionados com a saúde que podem ser ligados vão ser ligados e a gestão de dados dos pacientes vai ser cada vez mais importante”, afirma Anders Frick, analista sénior da empresa.
Frick acrescenta também que os players e os fornecedores “vão ter oportunidades para tirar vantagem desta tendência, enquanto os consumidores que já começaram a utilizar dispositivos médicos conectados mais facilmente vão entrar em novos programas” de saúde.

Não perca as principais novidades do mundo da tecnologia!

Subscreva a newsletter do SAPO Tek.

As novidades de todos os gadgets, jogos e aplicações!

Ative as notificações do SAPO Tek.

Newton, se pudesse, seguiria.

Siga o SAPO Tek nas redes sociais. Use a #SAPOtek nas suas publicações.