Na sua estratégia de expansão mundial, a Amazon inaugurou na Índia o seu maior edifício fora dos Estados Unidos. No campus de Hyderabad, que conta com uma área 50 vezes maior do que a do famoso Taj Mahal, vão trabalhar mais de 15.000 funcionários: desde engenheiros de desenvolvimento de software a investigadores na área da Inteligência Artificial.

Após três anos de construção, o campus em Hyderabad é mais um passo na sua ambição em crescer no país, sendo uma investimento no e-commerce indiano, ainda muito dependente do pequeno comércio. De acordo com Amit Agarwal, gestor de operações na Amazon na Índia, o mercado conta apenas com uma percentagem de 3% na totalidade do consumo do país.

Jeff Bezos, o fundador da Amazon, vai investir mais de 5 mil milhões de dólares nas operações de expansão da empresa a este mercado inexplorado. No entanto, no seu plano de dominação, a Amazon terá de lutar contra outra gigante do comércio: a Walmart. Em 2018, a empresa americana comprou a Filpkart, a maior startup comércio eletrónico na Índia, por 16 mil milhões de dólares.

Apesar de ter chegado ao país em 2004, a Amazon apenas iniciou as suas operações comerciais em 2013. Desde então, já apresentou aos consumidores indianos a Amazon Prime Video, assim como um serviço de entrega de mercearias. Os planos de expansão da empresa vão continuar a crescer. Tal como indica Agarwal, a gigante do e-commerce investiu 500 milhões de dólares na área de entrega de comida pela empresa,estando já em negociações com diversas empresas de restauração.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.