Os equipamentos da Apple dominam tanto na procura, como na oferta, da categoria de telemóveis no OLX durante 2019. Segundo um estudo elaborado pela plataforma de compras e vendas online, 44% dos contactos feitos na categoria são da Apple, sendo 36% relacionados com os iPhones.

Entre janeiro e setembro, no Top 3 estiveram as marcas Apple, listando os modelos iPhone 6 (29%), iPhone 7 (18%) e iPhone 5 (14%). Segue-se a Samsung com o Galaxy S8 (10%), Galaxy S7 (9%) e Galaxy S6 (7%). E no terceiro posto surge a Huawei, e os seus modelos mais populares foram o P8 (15%), o P20 (15%) e P9 (9%).

No que diz respeito às regiões onde se fazem mais negócios, surge Lisboa em primeiro com 36,8%, seguindo-se o Porto e Setúbal, com 25,2% e 8%, respetivamente. Os resultados das pesquisas também foram analisados, e neste caso surge um TOP 10 praticamente dominado pelos dispositivos da Apple, excetuando o termo “Samsung” em sétimo ligar e “Xiaomi” em décimo.

A OLX, considerando apenas setembro, por ser o mês do lançamento do iPhone 11, refere que o número de anúncios ativos para a venda de smartphones da Apple, passou de 575 registados no dia 1, para 8420 no dia, que foi a data que o novo equipamento surgiu nas lojas.

“No âmbito do lançamento do topo de gama de uma das principais marcas desta categoria, quisemos averiguar quais as tendências de procura e oferta neste segmento (…) A nossa plataforma é a forma mais rápida, eficaz e económica de qualquer pessoa rentabilizar os modelos mais antigos que tenham em casa sem grande esforço associado”, refere Andreia Pacheco, Brand Manager do OLX em Portugal.

Apple "estica" preço dos novos iPhone. Modelo mais caro custa 1.679 euros
Apple "estica" preço dos novos iPhone. Modelo mais caro custa 1.679 euros
Ver artigo

Em Portugal, quem encomendou na loja da Apple começou a receber o iPhone 11 desde ontem, 26 de setembro, mas os modelos iPhone 11 Pro e Pro Max só estão disponíveis para entrega a partir de 7 de outubro. Mas há muitas outras opções nas lojas e através de vários parceiros da Apple, entre os quais os operadores de telecomunicações que oferecem planos integrados de smartphones com planos de serviço e pagamento faseado.

Ainda dentro do contexto do lançamento do iPhone 11, a OLX lançou um questionário, decorrido entre o dia 9 a 13 do mês, a 250 utilizadores, perguntando-lhes que telefones têm em casa, mas “encostados à prateleira”. Dos inqueridos, 21% têm um telemóvel em casa sem utilização, 12% chega a ter dois, e 18% das pessoas têm mais de dois. Destaca-se ainda a faixa etária compreendida entre os 25 e 34 anos com 35%, sendo a sua maioria homens com 71%.

Andreia Pacheco refere que as pessoas “não têm noção do dinheiro empatado em casa em telemóveis sem utilização”.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.