A Verizon, o maior grupo de telecomunicações norte-americano terminou o segundo trimestre do ano com lucros de 338 milhões de dólares, contra um prejuízo de 2,1 mil milhões, no período homólogo. As receitas subiram pouco mais de 0,5% mas a dívida líquida fixa-se agora nos 48,1 mil milhões de dólares, menos 3,7 mil milhões que no final de 2002, avança o Finantial Times.

Para os resultados contribuíram perdas de 952 milhões de dólares, relacionados com a venda da posição detida no grupo mexicano Iusacell e encargos da ordem dos 600 milhões de dólares relativos a custos com redução de pessoal e segurança social. Positivamente contribuiu o crescimento do negócio wireless, que explora em parceria com a Vodafone, detentora de 45% do capital numa empresa conjunta. A introdução da portabilidade do número, em Novembro passado permitiu que o negócio se desenvolvesse a um ritmo mais elevado.

No período em análise a Verizon conseguiu angariar 1,3 milhões de novos clientes no negócio wireless permitindo um aumento de 14,3% da receita, para os 5,5 mil milhões de dólares. No segmento fixo de longa distância a Verizon angariou 1,4 milhões de novos clientes para uma receita de 901 milhões de dólares. Os negócios de telefonia fixa tradicional apresentaram crescimentos negativos.



Notícias Relacionadas:

2002-06-21 - Clientes da Verizon Wireless vão poder aceder a serviços da MSN no seu telemóvel

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.