A fabricante europeia anunciou hoje que abandonará os negócios dedicados às soluções empresariais reconhecendo que é incapaz de avançar neste segmento. Como tal, informa que, depois do fracasso que foi a linha de produtos Intellisync, passará a concentrar os seus esforços apenas nos seus equipamentos e serviços.

Segundo informa a empresa, a partir de agora a sua estratégia passará pelo desenvolvimento de interfaces melhorados para os seus dispositivos, suportados pelos seus parceiros para a área de comunicações unificadas, neste caso a Microsoft, IBM, Cisco e Alcatel-Lucent.

As actividades empresariais da Nokia ficarão assim presas aos dispositivos E-Series, equilibrando os desenvolvimentos dos produtos de consumo com os que se destinam às empresas.

Claudio Castelli, analista senior de Ovum, explica que a decisão da Nokia reflecte o fracasso de um "ambicioso plano inicial" para este segmento de mercado. De acordo com o especialista, ao contrário dos seus concorrentes, a fabricante "nunca tece uma base instalada de PBX, o que fez com que as suas relações com as empresas fossem débeis".

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.