A plataforma de transportes fez uma parceria com a startup norte-americana Cargo que vai permitir aos seus motoristas vender carregadores, pastilhas ou snacks durante as suas viagens.

A startup Cargo, que tem parcerias com marcas como a Kellogg's, a Starbucks e a Mars Wrigley Confectionery, fornece essas caixas gratuitamente. A única exigência é que os motoristas tenham pelo menos uma avaliação mínima de 4,7 disse o fundador e CEO da Cargo, Jeff Cripe, ao TechCrunch.

Os motoristas ganham uma comissão de um dólar (cerca de 0,86 euros) ou de 25% do preço de venda ao público por cada produto vendido, um montante que é pago pela Cargo. A empresa afirma que isto pode representar um extra no rendimento de cerca de 1.200 dólares por ano a cada motorista.

As caixas distribuídas pela Cargo podem ser instaladas nas consolas centrais dos automóveis, mas para já só estão disponíveis nas cidades de São Francisco e Los Angeles, nos Estados Unidos da América.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.