O número de transações feitas através de contactless mais do que duplicou de 2017 para 2018, crescendo 126% segundo dados da Mastercard. Ainda assim o valor continua “marginal”.

“Ainda há um longo caminho a percorrer, uma vez que o contactless em Portugal representa menos de 3% do total de transações”, nota Paulo Raposo, country manager da Mastercard em Portugal, acrescentando que noutros países europeus a representatividade da tecnologia se situa entre 30 e 50% do volume total.

O estudo revela que as transações sem contacto na Europa aumentaram 97% desde o início deste ano. Em mais de 15 países, incluindo Dinamarca, Croácia, Grécia, Hungria, Holanda, Polónia e Rússia, as transacções Contactless em loja já estão acima dos 50%. Quase um em cada dois pagamentos feitos no velho continente já são com cartões contactless.

O sector dos transportes é aquele que maior contribuição tem dado para o crescimento das transações contactless, demonstrando tratar-se de uma forma de pagamento que facilita a vida aos utilizadores, mas também serve convenientemente os prestadores dos serviços, refere a Mastercard.

“A Europa está a liderar na adoção de pagamentos contactless e com um crescimento consistente em todos os países, independentemente do ciclo económico em que se encontram, numa clara demonstração de que os consumidores estão a abraçar esta tecnologia”, salienta Paulo Raposo. “Vemos, inclusivamente, alguns países europeus a fazerem a mudança para o contacless, à medida que os consumidores aumentam a sua confiança nesta tecnologia”.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.