Os painéis foram usados para decorar a fachada da sede da Apple, em Cupertino na Califórnia, entre 1976 e 1977. Nessa altura os painéis foram retirados e substituídos pelo logo monocromático que continua hoje a ser imagem de marca da empresa.



Um leilão vai agora permitir que os painéis mudem de mãos e ganhem um novo dono, generoso na disposição de abrir os cordões à bolsa e pagar por estes pedações de história.



A base de licitação do leilão, que será conduzido pela Bonhams e que vai decorrer em Nova Iorque, é de 10 mil dólares. A leiloeira informa ainda que as peças foram cedidas por um antigo emprego da empresa.


Os painéis têm tamanhos diferentes (91x91 e 122x122 centímetros). O maior esteve durante anos na fachada do edifício três da empresa e terá sido aquele que mais contribuiu para mostrar a imagem da marca a quem passava no local, já que estava virado para uma autoestrada.

[caption]Nome da imagem[/caption]

Nota de redação: Esclarecemos que, embora o logo da maçã com as cores do arco-íris não tenha sido o logótipo original da Apple, de facto foi este que se assumiu como primeira grande imagem de marca da empresa e por isso é referido como tal no artigo.

Antes da sua introdução, e apenas durante alguns meses, a empresa usou um logótipo criado por Ronald Wayne (considerado um dos co-fundadores) que não fez história nem nunca se assumiu como imagem da companhia, sendo rapidamente substituído pela criação do designer Rob Janoff, que criou uma maçã dentada para que não fosse confundida com um tomate.

Escrito ao abrigo do novo Acordo Ortográfico

Não perca as principais novidades do mundo da tecnologia!

Subscreva a newsletter do SAPO Tek.

As novidades de todos os gadgets, jogos e aplicações!

Ative as notificações do SAPO Tek.

Newton, se pudesse, seguiria.

Siga o SAPO Tek nas redes sociais. Use a #SAPOtek nas suas publicações.