A Panasonic vai mesmo adquirir a Sanyo. Entre as empresas existia um namoro antigo que envolvia sobretudo os principais accionistas da Sanyo e os corpos de gestão da Panasonic, que conseguiram finalmente convencer a empresa visada pela OPA da validade da sua proposta.

O negócio de 800 biliões de yens (6,4 mil milhões de euros) vai permitir à Panasonic reforçar dimensão no mundo da electrónica e das energias verdes, nomeadamente baterias recarregáveis e painéis solares.

A Panasonic já tinha realizado mais do que uma oferta e vinha tentando convencer a Goldman Sachs, Daiwa Securities SMBC e Sumitomo Mitsui Banking, os três principais accionistas que acabaram por ceder às ofertas.

Não perca as principais novidades do mundo da tecnologia!

Subscreva a newsletter do SAPO Tek.

As novidades de todos os gadgets, jogos e aplicações!

Ative as notificações do SAPO Tek.

Newton, se pudesse, seguiria.

Siga o SAPO Tek nas redes sociais. Use a #SAPOtek nas suas publicações.