A empresa adquirida foi a canadiana Tio Networks, numa operação que deverá estar concluída até final do ano. A Tio é especialista em soluções de pagamento para o retalho e quiosques self-service, que permitem pagar contas como a luz, água ou telefone a quem não tem conta bancária, ou prefere fazê-lo num circuito alternativo.

A empresa tem mais de 70 mil pontos de pagamento, 14 milhões de clientes e uma presença distribuída pela América do Norte, sobretudo em zonas mais remotas, mas a passagem do negócio para as mãos de um gigante como a PayPal pode abrir horizontes. A tecnologia pode chegar a novos mercados e replicar a capacidade da PayPal para chegar a novos públicos e trazê-los para as outras soluções que comercializa. 
 
Tentar integrar pagamentos a dinheiro com as soluções eletrónicas não é aliás uma novidade na estratégia da PayPal, que já tinha lançado o PayPal Cash, que permite carregar uma conta online no serviço com dinheiro a partir de lojas físicas.

A Venmo e a Braintree são outras duas empresas na lista de compras recentes da PayPal, que contribuíram para complementar a oferta da empresa. A primeira na área das transferências e a segunda no processamento de pagamento através de aplicações como a Uber. 

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.