O mais recente relatório da Oliver Wyman revela que 25% de todos pagamentos realizados na Europa, nos Estados Unidos e America Latina com cartões bancários são feitos online. À tendência identificada em 2019 soma-se também o aumento exponencial dos pagamentos digitais através de serviços como o Apple Pay. A consultora norte-americana afirma que, perante a grande popularidade das novas formas digitais, o dinheiro físico poderá desaparecer em breve.

Em Payment Plus Q1 2020 a Oliver Wyman destaca a entrada de empresas como a Amazon, Facebook, Apple e Google no setor das finanças como um dos factores que mais impacto teve na forma como os consumidores fazem pagamentos.

A Apple, por exemplo, conta com um número cada vez maior de cartões de crédito e de débito registados no Apple Pay. A consultora norte-americana aponta que cerca de 20% dos utilizadores do serviço da empresa da maçã optaram por pagar através da plataforma em pelo menos uma das compras que fizeram. Não obstante, a grande “rival” da Apple é a Samsung que conseguiu alcançar mais de 21% dos utilizadores com o serviço de disponibiliza.

Comparação entre os pagamentos realizados nas plataformas da Apple, Samsung e Google
Créditos: Oliver Wyman

A consultora indica que a conceção de serviços financeiros está a mudar para as empresas, pois os pagamentos são agora considerados como uma fonte de receita e de crescimento da rentabilidade. Assim, são várias as organizações que estão a alterar os seus modelos de negócio.

A banca, por exemplo, é das instituições que mais vai sofrer com as mudanças no setor das finanças. A entrada de novos concorrentes no mercado dos pagamentos e a possibilidade de o dinheiro físico vir a desaparecer vão obrigá-la a estar num processo constante de reinvenção.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.