O ScaleUp Porto estará pronto em meados do próximo ano e vai disponibilizar um espaço de quatro mil metros quadrados para instalar empresas recém-criadas. A iniciativa vai ter espaço para ceder a novos projetos, mas também pretende atrair financiadores e disponibilizar outro tipo de ferramentas de apoio ao crescimento dos projetos que acolhe.

Na calha estão aliás mais projetos, como o lançamento de uma conferência de três dias que terá a primeira edição em maio do próximo ano. A ScaleUp Europe também será o evento de lançamento de uma iniciativa europeia de apoio à consolidação de novos projetos inovadores, que envolve cidades como Manchester, Eindhoven e Helsínquia, bem como o ScaleUp Institute do Reino Unido.

A iniciativa junta a Câmara Municipal do Porto, UPTEC - Parque de Ciência e Tecnologia da Universidade do Porto, a Porto Business School e Agência nacional da Inovação. Pretende apoiar startups nascidas a partir destas instituições mas não só.

Veniam, AdClick, Uniplaces ou Movvo são algumas das startups nascidas na capital nortenha com sucesso a nível internacional. Só o UPTEC já ajudou a nascer 164 projetos, que terão gerado 1800 postos de trabalho qualificados.  

Na nova incubadora cabem 300 novos postos de trabalho, que podem ser preenchidos por startups nacionais ou projetos internacionais que escolham o Porto para se fixar, já que a autarquia assume a intenção de posicionar a cidade internacionalmente como “espaço aberto à criatividade, à inovação e ao empreendedorismo”, detalha o jornal Público, que marcou presença no evento de apresentação do novo espaço e detalha a estratégia num artigo publicado esta quinta-feira.

 

 

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.