Portugal surge em 14º no Painel da Inovação relativo a 2016, publicado esta terça-feira, uma posição que coloca o país a meio da tabela face aos seus congéneres da União Europeia.

Fazem parte do grupo de Portugal países como a Estónia, Espanha, Itália ou Grécia. Do conjunto dos mais inovadores, os chamados “Innovation Leaders”, fazem parte, por esta ordem, a Suécia, Dinamarca, Finlândia, Holanda, Reino Unido e Alemanha.

A prestação de Portugal em 2016 baixou 2,5 pontos, de 85,4 para 83, quando a média da União Europeia é de 102 pontos. O valor conseguido no ano passado está igualmente abaixo do registado no início da década.

 

Numa perspetiva global, “a UE está a recuperar o atraso relativamente ao Canadá e aos EUA, mas a Coreia do Sul e o Japão estão mais avançados. A China apresenta os progressos mais rápidos entre os concorrentes internacionais", refere o comunicado da CE sobre o mais recente Innovation Scoreboard.