A Portugal Telecom tem um novo espaço em Lisboa para receber os clientes empresariais e onde a empresa espera poder fechar vários negócios, sem nunca definir metas. O conceito começou a ser idealizado há cinco anos, mas foi durante os 12 últimos meses que o projeto avançou de forma definitiva. Situado no Fórum Picoas, o espaço também quer funcionar como uma ponte de ligação para o Brasil e quer ser uma representação visual das sinergias com a Oi.



A inauguração de um espaço em tudo semelhante na cidade de São Paulo é a ponte que concretiza esta ligação. “O look and feel igual permite que haja uma continuidade entre os espaços dos dois países”, explicou Zeinal Bava durante uma visita ao novo complexo. O executivo também acredita que esta aposta dupla vai permitir “à área empresarial dar um salto no Brasil”.



Zeinal Bava mostrou-se ainda bastante satisfeito pelo resultado estético do showroom, revelando que o mesmo “é uma boa montra do que são os serviços da PT”. O executivo lembrou que para uma operadora de telecomunicações a Portugal Telecom tem muitas áreas de trabalho, equiparando-se mais a uma empresa de TI.



Para que os clientes se sintam em casa


O que começou por ser apenas um showroom de algumas tecnologias que a PT disponibiliza, acabou por se transformar num espaço mais dinâmico. Há por exemplo um nano-centro de dados para que os clientes possam ver na capital todas as condições que podem encontrar no data center da Covilhã sem ser necessária a deslocação. “Vou levar a Covilhã para Lisboa”, foi o pensamento partilhado por Zeinal Bava a propósito desta aposta.



Nesta réplica do data center mostra-se o sistema de autenticação Palm Veins – que reconhece as veias dos utilizadores e deteta se há ritmo cardíaco -, o sistema anti-incêndio e o sistema de refrigeração. Além da diferenciação pela segurança, a Portugal Telecom aposta muito na redução de consumos energéticos e na baixa pegada ecológica gerada pelo empreendimento para atrair potenciais clientes.



Entre as tecnologias em montra no showroom, a PT apresentou duas novas soluções. A primeira é um sistema de comunicações fixo e móvel que não exige infraestruturas, funcionando apenas através dos terminais e da ligação à rede de dados. É desenvolvido em parceria com a Cisco e uma das maiores vantagens é poder mudar a chamada de um telefone para o computador e do PC para o telemóvel através de transições rápidas e sem falhas.



A outra solução pertence à área do armazenamento e da colaboração empresarial: Disco Virtual 360º. Simplificando o conceito, é uma versão do Meo Cloud para empresas, mas sempre com a componente da segurança reforçada. Além disso permite a integração com outras soluções que já existam na empresa – como sistemas de autenticação -, integra de forma automática com as VPN da rede da PT e tem outras ferramentas empresariais como controlo de quem fez o download de um determinado ficheiro. Tem ainda a vantagem de ser ter custo variáveis, isto é, cada um subscreve o que precisa: um modelo de 200GB de espaço, para cinco colaboradores custa 23,5 euros por mês, por exemplo.



Plataforma de Video as a Service (VaaS) e sistema de gestão de frotas são outras valências com as quais a Portugal Telecom espera atrair novos clientes no campo empresarial.



O novo espaço tem ainda uma sala mais informal, que tenta replicar um pouco aquilo que poderá ser a casa do futuro. A ideia deste espaço é mostrar a importância do segmento de consumo para a PT e vai também ao encontro de cada vez mais as pessoas procurarem experiências mais unificadas entre a casa e o local de trabalho.

PT e Oi no mesmo ritmo

O novo espaço é a bandeira das sinergias que foram prometidas no anúncio da fusão. Mas no terreno as equipas da PT e da Oi têm partilhado conhecimentos. A título de exemplo, alguns engenheiros portugueses vão agora para o Brasil fazer uma otimização de redes recentemente instaladas. Do outro lado do Atlântico está-se a aproveitar o conhecimento que existe ao nível das lojas como ponto de atendimento e de venda.

Outro exemplo de parceria está a ser dado com o Mundial de Futebol do Brasil. Todos os clientes PT podem usufruir dos 700 mil pontos Wi-Fi da Oi de forma gratuita. Zeinal Bava aproveitou a ocasião para revelar que até ao final do ano a operadora brasileira espera ter perto de um milhão de hotspots.

Rui da Rocha Ferreira


Escrito ao abrigo do novo Acordo Ortográfico

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.