No terceiro trimestre deste ano a Sonaecom alcançou resultados líquidos na ordem dos 7,6 milhões de euros, o que representou um crescimento de 3,5 por cento face aos 2,2 milhões de euros obtidos no mesmo período do ano passado. A empresa liderada por Ângelo Paupério indica em comunicado que, se for excluído o segundo trimestre de 2006, altura em que foi vendida a Enabler, este foi "o melhor resultado de sempre" e está relacionado com o crescimento das receitas nas divisões de Software e Sistemas de Informação (SSI) e Sonaecom Fixo.



O volume de negócios da Sonaecom subiu 7,6 por cento fixando as receitas da empresa nos 230,8 milhões de euros, "não obstante o impacto negativo nas receitas de operadores da Optimus, de 5,6 milhões de euros da redução das tarifas de roaming in e de 2,1 milhões de euros das tarifas de terminação móvel".



O relatório apresentado à CMVM mostra que no terceiro trimestre, os resultados obtidos foram "positivamente afectados" por um benefício de 4,2 milhões de euros na rubrica de impostos face aos 4,3 milhões de euros obtidos no mesmo período de 2006. Em causa estão os movimentos nos "activos fiscais diferidos na Sonaecom Fixo e ao menor EBT gerado na Optimus".



No que diz respeito a receitas de clientes, a empresa registou um crescimento de 16,8 por cento no trimestre, ou 13,1 por cento se forem excluídas as aquisições mais recentes das empresas do grupo. Em causa estiveram as subidas de 48 por cento na Sonaecom Fixo, 9 por cento na Optimus e 22,5 por cento na SSI.



O relatório mostra ainda que as receitas de clientes foram responsáveis por 52,6 por cento das receitas de serviço do terceiro trimestre do ano -das quais 73,1 por cento provêem de receitas de acesso directo -, relativamente aos 45,4 por cento no terceiro trimestre de 2006.



A operadora móvel do grupo registou receitas de 161,5 milhões de euros, um valor ligeiramente abaixo dos 162,5 milhões de euros obtidos no mesmo período de 2006. Mesmo assim, a Optimus aumentou a base de clientes em cerca de 266 mil, chegando agora aos 2,76 milhões - 2,2 milhões activos. Isto pressupõe um crescimento de 10,8 por cento face a Setembro de 2006.



Quanto à Sonaecom fixo, a empresa admite ter crescido 15 por cento no total de serviços. O comunicado refere que "o total de serviços, incluindo as aquisições recentes (371,8 mil), foi de 798,5 mil" no terceiro trimestre, sendo que, os serviços de acesso directo aumentaram para 471,9 mil, mais 42,2 por cento.



Por fim, a empresa refere que os negócios da base de clientes residenciais e SoHo da Oni e da Tele2 reforçaram "o significativo crescimento orgânico que se verifica na Sonaecom Fixo desde os últimos 18 meses". Neste campo, a empresa não só atingiu um crescimento satisfatório como assumiu a liderança em Revenue Assurance na indústria de telecomunicações através da WeDo Consulting que adquiriu a Cape Technologies.



Notícias Relacionadas:

2007-06-28 - Sonaecom concretiza compra da Tele2 por 16 milhões de euros

2007-03-15 - Sonaecom fecha 2006 com lucros de 17 milhões de euros

Não perca as principais novidades do mundo da tecnologia!

Subscreva a newsletter do SAPO Tek.

As novidades de todos os gadgets, jogos e aplicações!

Ative as notificações do SAPO Tek.

Newton, se pudesse, seguiria.

Siga o SAPO Tek nas redes sociais. Use a #SAPOtek nas suas publicações.