Apesar de um crescimento mais lento dos serviços de outsourcing, os valores globais facturados por empresas em serviços de tecnologias da informação continuaram a aumentar em 2005, indica um estudo da Gartner, que apurou uma subida de 6 por cento para os 624 mil milhões de dólares.

Pela primeira vez em cinco anos, a área de serviços de TI foi impulsionada por receitas no suporte a software e de acompanhamento de projectos e não pelo outsourcing, a área que era tradicionalmente chave, confirma a informação da Gartner.

A IBM mantém a posição cimeira neste mercado, com uma quota de 7,6 por cento, enquanto a EDS continua no segundo lugar com 3,2 por cento. A análise da Gartner mostra porém que as receitas da IBM têm vindo a abrandar nesta área, registando em 2005 um crescimento bastante inferior à média de mercado, de apenas 2,5 por cento.

Na distinção por indústrias, a área financeira continua a ser o principal mercado de serviços de TI, aumentando em 2005 os seus gastos em cerca de 7 por cento para um investimento total de 141,3 mil milhões de dólares. A área que mais cresceu foi a dos cuidados de saúde, gerando 19,4 mil milhões de euros de receitas.

Notícias Relacionadas:
2006-05-18 - PMEs portuguesas aumentam investimentos em TI até 2009

2005-09-20 - Mercado português de serviços de TIs dominado por 10 empresas

Não perca as principais novidades do mundo da tecnologia!

Subscreva a newsletter do SAPO Tek.

As novidades de todos os gadgets, jogos e aplicações!

Ative as notificações do SAPO Tek.

Newton, se pudesse, seguiria.

Siga o SAPO Tek nas redes sociais. Use a #SAPOtek nas suas publicações.