O estabelecimento de parcerias com produtoras de distribuições do Linux de forma a tornar-se num fornecedor de programas concebidos para o sistema operativo open-source Linux não constitui actualmente uma grande prioridade para os revendedores de software, segundo o estudo "Linux: A Supplier’s Guide to Reseller Views" recentemente publicado pela empresa de estudos de mercado IDC.



Segundo os analistas desta companhia, a situação deve-se em grande parte às condições do mercado e à adopção da tecnologia, duas grandes dificuldades para os vendedores com interesse no Linux que estão a tentar alcançar a comunidade de revendedores de valor acrescentado (VAR).



De acordo com o estudo, o Linux está ainda na sua infância comercial, em grande parte devido a vários factores relacionados com o mercado que estão inibir o seu progresso no seio do canal. Contudo, os revendedores e outros parceiros consideram o sistema operativo open-source é importante para o futuro dos seus negócios.



"Os revendedores estão inseguros acerca do lucro que uma parceria com um distribuidor de Linux poderá gerar", afirmou Kevin Restivo, gestor do programa Software Strategic Alliance da IDC.



O documento conclui que o Linux irá continuar a precisar de um suporte significativo por parte de fabricantes reputadas de software, no caso de a comunidade open-source querer aproximar-se com êxito da comunidade de revendedores a longo prazo.



"À medida que os distribuidores do Linux, fabricantes de computadores e outras entidades trabalharem para desenvolver versões fáceis de utilizar, os revendedores estarão mais inclinados para investir no Linux", escreve a IDC em comunicado.


Notícias Relacionadas:

2001-03-01 - Linux mais rápido do que o Windows no mercado de servidores

2000-10-30 - No Japão, Linux sobe e Windows NT desce

2000-04-17 - Linux em crescimento acelerado

2000-02-11 - Linux mais perto do MacOS

Não perca as principais novidades do mundo da tecnologia!

Subscreva a newsletter do SAPO Tek.

As novidades de todos os gadgets, jogos e aplicações!

Ative as notificações do SAPO Tek.

Newton, se pudesse, seguiria.

Siga o SAPO Tek nas redes sociais. Use a #SAPOtek nas suas publicações.