A aposta no conceito de nearshoring continua a ser dominante na estratégia da ROFF que se prepara para abrir escritório em Marrocos, aproximando-se deste mercado do norte de África onde avalia já possibilidades de negócio. Mário Oliveira, um dos administradores da tecnológica portuguesa, adiantou ao TeK que estão a ser estudadas também outras possibilidades de expansão para novos países.



A ROFF, que integrou em 2008 o Grupo Reditus, é especializada na implementação de soluções SAP e tem vindo a conquistar vários grandes contratos a nível internacional, nomeadamente na Suíça e na Noruega, garantindo já mais de 60% do seu volume de negócios fora de Portugal.



A empresa já tem escritórios em Luanda, Paris e Estocolmo, sendo que este último foi inaugurado no início deste ano, e tem vindo a tirar partido dos negócios estabelecidos para crescer organicamente nos mercados dos países onde estabelece parcerias e também dentro dos mesmos setores, impulsionada pelas referências de sucesso conseguidas.



O mercado do Magrebe era gerido a partir do escritório de França mas a presença direta em Marrocos tem como objetivo alargar uma experiência bem-sucedida na Argélia.



Com mais de 500 colaboradores, a empresa tem vindo a somar distinções também como uma das melhores empresas para trabalhar, e é o único parceiro português com stand próprio no SAP Saphire, que está a decorrer em Madrid.



Mário Oliveira explica que a presença na conferência da SAP é importante para contactar com clientes internacionais, mostrando as vantagens de proximidade que existem e reforçando uma aposta na qualidade que tem vindo a ser um dos trunfos da empresa na implementação de soluções SAP.
Escrito ao abrigo do novo Acordo Ortográfico

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.