É sabido que os videojogos trazem benefícios aos jogadores, desde o desenvolvimento do pensamento lógico, os reflexos, ou a capacidade de dedução quando se jogam títulos de lógica e puzzles. A ManpoweredGroup realizou um estudo para compreender os benefícios do gaming e chegou à conclusão de três competências que são adquiridas através do gaming que podem potenciar o sucesso profissional.

A especialista diz que todos os momentos a jogar, seja a companhia de Candy Crush durante as viagens de transportes públicos ou descontrair no final do dia a dar uns “tiros” em Call of Duty poderão ser mais que momentos de lazer. Existem capacidades desenvolvidas que são bastante procuradas pelas empresas.

A primeira característica diz respeito à resolução de problemas, ligado diretamente ao pensamento crítico. Esta capacidade é valorizada pelos empregadores para cargos associados ao controlo de qualidade ou prestação de cuidados de saúde.

E sabe quais são os jogos que mais contribuem para esta capacidade? StarCraft, Pac-Man, Words with Friends, League of Legends, Call of Duty, FIFA, Rocket League ou Mario Kart. Estes jogos são descritos como ajudas no desenvolvimento de competências de planeamento, tática, colaboração e comunicação. Ou seja, os principais desafios do dia-a-dia do trabalho.

Por outro lado, a especialista aponta jogos com forte inclinação de comunidade como ideais no desenvolvimento de skills de colaboração e comunicação. Títulos MMO como World of Wacraft, Guild Wars 2, Monster Hunter World são exemplos apresentados por juntarem diversos jogadores no mesmo servidor, potenciando as salas de comunicação para interação em tempo real.

A organização para um trabalho em equipa para derrotar um boss ou combinar as táticas para superar uma dungeon refletem-se na componente social. Como profissões, a ManpoweredGroup destaca o analista financeiro, assistente administrativo e gestor de atendimento ao cliente como potenciais formas de aproveitar os skills de colaboração e competição em ambiente saudável de equipa.

Por fim, a criatividade é outra competência muito procurada, diz a empresa. Jogos como Minecraft, Roblox, Mario Party, Just Dance e Guitar Hero são apontados como facilitadores criativos. Os mundos abertos de The Elder Scrolls ou The Legend of Zelda, que deixam os jogadores explorar livremente, fomentam a criatividade diz a especialista.

Os desafios constantes dos ambientes propostos, associados à música e à dança de jogos como Rock Band, Guitar Hero e Just Dance, obrigam à prática e persistência para atingir a perfeição nos objetivos. A engenharia, design e vendas são áreas onde os recrutadores mais procuram esta competência.

A ManpowerGroup diz que para o estudo analisou mais de 11 mil jogos, de 13 géneros diferentes, dos AAA aos indie, entre aventura, ação, RPG, música, etc. Estes permitiram identificar as soft skills desenvolvidas nas diferentes categorias e respetiva competência profissional. A empresa criou uma ferramenta online chamada Gaming Skills Translator, que permite aos candidatos submeterem a indicação dos jogos que jogam, experiência e nível atingido, assim como o tempo passado a jogar. Essa informação é traduzida em competências de trabalho, que depois os candidatos podem adicionar aos seus próprios CVs.

Não perca as principais novidades do mundo da tecnologia!

Subscreva a newsletter do SAPO Tek.

As novidades de todos os gadgets, jogos e aplicações!

Ative as notificações do SAPO Tek.

Newton, se pudesse, seguiria.

Siga o SAPO Tek nas redes sociais. Use a #SAPOtek nas suas publicações.