Já tinha sido assim quando houve um bloqueio bancário no Chipre e quando os cipriotas ficaram impedidos de fazer levantamentos em multibanco: surgiram alternativas ligadas ao Bitcoin e a moeda digital valorizou. Agora o cenário pode repetir-se, desta feita relacionado com a crise grega.

Caso a Grécia saia da Zona Euro, então o valor do Bitcoin pode disparar. O cofundador do serviço Bitpay, uma ferramenta de pagamentos por bitcoins, Tony Gallippi, acredita que a situação grega pode fazer a divisa digital valorizar entre o equivalente a 535 euros e os 1.115 euros.

Atualmente cada Bitcoin vale perto de 240 euros, um valor que estando longe dos tempos áureos registados em 2013, representa ainda assim uma subida relativamente ao final da semana passada. De acordo com o The Guardian, tal facto pode estar relacionado com o fim de semana mais tenso entre o Eurogrupo e a Grécia.

O facto de o Bitcoin se processar através da Internet, garantindo alguma comodidade na movimentação de dinheiro, aliado ao facto de garantir anonimato, pode despertar um grande interesse junto de utilizadores que vão querer salvaguardar o seu dinheiro caso a Grécia saia do Euro.

No entanto um outro especialista, Nathaniel Popper, autor de um livro sobre o Bitcoin, salienta que alguns grupos podem manipular o valor da moeda para se associar a determinadas eventos políticos e financeiros. Basta que alguém compre uma grande quantidade de bitcoins para que isso influencie o valor da moeda, alerta.

A Grécia tem marcado um referendo para o dia 5 de julho e no qual o povo grego decidirá se quer seguir a linha de ajuda do Eurogrupo, o que implica medidas adicionais de austeridade, ou se pretende seguir outro caminho, o que poderá levar ao chamado Grexit.


Não perca as principais novidades do mundo da tecnologia!

Subscreva a newsletter do SAPO Tek.

As novidades de todos os gadgets, jogos e aplicações!

Ative as notificações do SAPO Tek.

Newton, se pudesse, seguiria.

Siga o SAPO Tek nas redes sociais. Use a #SAPOtek nas suas publicações.