Depois de terem sido lançados com pompa e circunstância, enquadrados numa campanha de marketing que primou pelo mistério e pela "aparente" raridade do produto, os Spectacles da Snapchat são agora um produto esquecido pelo seu público alvo.

De acordo com o The Information, a empresa esperava que os níveis de procura se mantivessem elevados, nos meses seguintes ao lançamento do gadget, e encomendou a produção de "centenas de milhares" de unidades adicionais. O problema verificou-se quando a Snap Inc abriu a venda a um maior número de pessoas, diversificando os pontos e as zonas de venda. Segundo a notícia publicada pelo portal norte-americano, as vendas não corresponderam, de todo, às previsões da empresa.

Números "decepcionantes" do Snapchat revelam dificuldades em atrair novos utilizadores
Números "decepcionantes" do Snapchat revelam dificuldades em atrair novos utilizadores
Ver artigo

Apesar de o número de unidades vendidas não ser público, Evan Spiegel afirmou anteriormente que a empresa teria vendido "mais de 150 mil unidades". O número pode parecer elevado, mas, em comparação com as "centenas de milhares de unidades por vender", pode, na realidade, ser uma tragédia comercial.

Recorde-se que o hardware era uma dos segmentos mais importantes da estratégia que o CEO da Snap Inc tinha para a empresa. O responsável afirmou este mês que o "hardware ia ser uma parte importante na experiência do consumidor" com o Snapchat, e que este era apenas o início dos planos que a marca tinha para a indústria.

O The Information escreve que a Snap tem uma equipa de 150 pessoas dedicada em exclusivo ao hardware, embora não se saibam ao certo os projetos que estão em desenvolvimento neste departamento. O portal indica ainda que o drone que a empresa estaria a preparar foi completamente riscado dos planos.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.