Os resultados do ano fiscal terminado a 31 de março refletem o impacto do processo de reestruturação que a empresa tem vindo a operar e que implicou despedimentos, venda de ativos e reposicionamento de áreas de negócio.



No mesmo período as vendas atingiram os 6,8 mil milhões de ienes (52,2 mil milhões de euros), graças a uma melhoria de resultados no negócio das televisões e às medidas de reestruturação.



As áreas que mantiverem um peso negativo na performance da empresa, entre abril de 2012 e março de 2013, foram os negócios de jogos eletrónicos e telemóveis. Recorde-se que a Sony desfez a parceria com a Ericsson e reassumiu a totalidade do negócio de telemóveis para a marca japonesa.



No ano anterior a Sony tinha registado prejuízos de 456 mil milhões de ienes (3,5 mil milhões de euros).



Para o ano fiscal iniciado em abril, a fabricante japonesa conta continuar a melhorar as vendas nas várias áreas de negócio e tirar partido da desvalorização do iene, que já teve um impacto positivo nos resultados deste ano.

Escrito ao abrigo do novo Acordo Ortográfico

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.