O ano passado fica assim marcado com o do fim da liderança da Apple neste segmento. Os equipamentos com sistema operativo Android representaram 62% do mercado, o equivalente a 121 milhões de unidades vendidas.



Os tablets com iOS, 70 milhões de unidades, garantiram uma quota de 36%, algo que não é difícil de explicar, tendo em conta a diversidade de modelos com sistema operativo Android e portefólio de reduzido de opções com iOS, apenas comercializado pela Apple.



Ainda assim, até final de 2012, a empresa da maça conseguiu controlar este mercado emergente e em dezembro desse ano encerrava atividade com uma quota de 53%, contra os 46% do Android. Por marcas a Apple continua, no entanto a dominar, garantindo uma quota de 36%, para 70 milhões de unidades, seguida da Samsung com uma quota de 19%, para 37 milhões de unidades vendidas.



Para a Gartner, as tendências de 2013 apontam um caminho claro para 2014 e mostram que o mercado procura dispositivos baratos mas que esse fator, só por si não garante sucesso, como mostra um abrandamento das vendas no universo Kindle, da Amazon.



A consultora defende que os consumidores estão interessados em equipamentos com preços atrativos, mas dão cada vez mais importância às especificações à experiência de utilização.

[caption]Nome da imagem[/caption]

Escrito ao abrigo do novo Acordo Ortográfico

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.