No mês de Junho o volume de acções transaccionado online aumentou 92,75 por cento face ao período homólogo, tendo sido transaccionado um total de 392 milhões de euros, revelam os números compilados pela Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM). O Banco de Investimento Global (BIG) liderou o volume de transacções online com uma quota de 26,1 por cento, roubando o primeiro lugar ao ActivoBank que agora tem uma quota de 22,6 por cento, sendo seguido pelo Banco Comercial Português com 11,1 por cento.


As duas instituições bancárias mais procuradas pelos investidores trocaram posições face ao mesmo período do ano passado, altura em que o ActivoBank liderava as transacções com uma quota de 33,8 por cento%, seguido de longe pelo BIG com 15,2 por cento. Porém, em termos de volume do primeiro semestre, o ActivoBank continua à frente em volume de títulos transaccionados, com uma quota de 24,5 por cento, mas ameaçado de perto pelo BIG que regista 22,9 por cento do volume total.



Pela análise dos dados é ainda possível verificar que no mês de Junho de 2003, como aliás nos valores acumulados do primeiro semestre, apenas três instituições conseguiram reunir uma quota de mercado superior a 10 por cento, nomeadamente o ActivoBank, o BIG e o Banco Comercial Português (BCP), sendo o restante volume de transacções online disperso entre os restantes vinte operadores autorizados pela CMVM.



A análise comparativa do primeiro semestre do ano revela que, em termos globais o volume de transacções via Internet aumentou cerca de 25 por cento para próximo dos 1,8 mil milhões de euros. No semestre homólogo de 2002 o volume total de títulos transaccionados tinha sido de 1,4 mil milhões de euros.

Notícias Relacionadas:

2003-01-16 - Transacções em bolsa crescem 20,8 por cento em 2002

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.