Os utilizadores móveis da Europa Ocidental ainda não estão preparados para adoptar serviços móveis avançados, como a Internet móvel ou serviços de vídeo messaging, garante um estudo recente da Forrester. Segundo o documento, os utilizadores (63 por cento) continuam a dirigir as suas preferências para as funcionalidades mais simples, como os SMS, que continuam a ser o serviço de dados mais utilizado.

A estas conclusões junta-se a constatação de que mais de 60 por cento dos utilizadores com idades entre os 16 e os 24 anos têm telemóvel com ligação à Internet, mas apenas 18 por cento usam realmente o serviço, o que não garante grandes perspectivas de crescimento para os próximos anos.

Do universo de utilizadores inquiridos, apenas 14 por cento adoptou o serviço MMS. No que respeita ao acesso à Internet, cerca de 17 milhões de utilizadores, o correspondente a 9 por cento, já acederam a este serviço. O país que apresenta maior taxa de utilização do MMS (15 por cento) é o Reino Unido, diz o Europe Mobile Consumer.

A Forrester indica ainda que a penetração móvel na região da Europa Ocidental atingia no último trimestre do ano passado os 80 por cento, o que se traduz num alto nível de saturação. Os países com maior taxa de clientes são o Reino Unido e a Itália. França está ainda entre os países com margem de crescimento já que a taxa de penetração se situa nos 69 por cento.

Relativamente às marcas mais utilizadas, a Nokia continua na liderança, seguida da Siemens e da Motorola.

Notícias Relacionadas:

2005-06-22 - TMN lança marca Uzo para simplificar oferta móvel

2005-05-22 - Utilizadores móveis devem ultrapassar os 2,14 mil milhões este ano

2005-05-20 - Vodafone aposta na simplicidade dos telemóveis com o Simply

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.