Vamos ver como corre o negócio com o afastamento de Steve Jobs, mas por agora os resultados da Apple continuam a surpreender pela positiva. A "gigante da maçã" registou vendas de 26,7 mil milhões de dólares durante o terceiro trimestre de 2010, valor recorde que representa um crescimento de 71 por cento.

Entre Outubro e Dezembro de 2010, a Apple vendeu 7,33 milhões de iPads, 16,2 milhões de iPhones, 19,5 milhões de iPods e 4,13 milhões de computadores Mac.

No período observado, o resultado líquido aumentou 78 por cento, para 6.000 milhões de dólares (cerca de 4,5 mil milhões de euros), acima das expectativas da maior parte dos analistas. No trimestre homólogo, a Apple tinha registado um lucro de 3,38 mil milhões de dólares.

Os resultados do primeiro trimestre fiscal da Apple surgem poucos dias após o anúncio do afastamento de Steve Jobs da gestão diária da empresa, por questões de saúde, sem abandonar o cargo de CEO.

Steve Jobs pretende, desta forma, manter-se próximo das decisões estratégicas da companhia, mas longe das questões do dia-a-dia, tal como aconteceu quando se afastou da empresa em 2009.

Nessa altura, o distanciamento do líder da Apple gerou uma reacção pouco positiva do mercado, com impacto nas acções da fabricante, o que poderá voltar a verificar-se.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.