No período a empresa conseguiu aumentar lucros para os 621 milhões de dólares, contra um prejuízo de 59 milhões de dólares no mesmo trimestre do ano passado, obtendo também aqui uma forte recuperação.



Para os resultados contribuiu a utilização crescente da rede social a partir de dispositivos móveis, que cresceu 6,7% relativamente ao trimestre anterior, para os 874 milhões. A evolução traduziu-se em mais receitas de publicidade.



A publicidade representou 1,8 mil milhões de dólares em receitas, sendo que 49% deste valor (o equivalente a 882 milhões de dólares) foi angariado graças ao acesso à rede social a partir de dispositivos móveis.



No final de setembro o Facebook contava com 1,19 mil milhões de utilizadores, de acordo com os dados divulgados pela rede social. Os mesmos números mostram que neste universo 728 milhões usam a rede social todos os dias.



Os resultados financeiros obtidos pela rede social no trimestre entre julho e setembro bateu todas as previsões dos analistas, quer no que se refere a vendas, como no que diz respeito aos lucros. A publicidade nos telemóveis converteu-se no maior trunfo de crescimento da empresa, depois de um arranque morno no segmento.

Escrito ao abrigo do novo Acordo
Ortográfico

Não perca as principais novidades do mundo da tecnologia!

Subscreva a newsletter do SAPO Tek.

As novidades de todos os gadgets, jogos e aplicações!

Ative as notificações do SAPO Tek.

Newton, se pudesse, seguiria.

Siga o SAPO Tek nas redes sociais. Use a #SAPOtek nas suas publicações.