Em breve o Yahoo pode ser alvo de uma oferta de compra liderada por um grupo de fundos de investimento e pela AOL. A notícia é hoje avançada pelo The Wall Street Journal.



Segundo o diário, as conversações que podem resultar numa proposta de compra da Yahoo são ainda preliminares e o alvo do negócio ainda nem foi envolvido e pode nem vir a ser, devido à complexidade de estruturar uma proposta.



A mesma fonte assegura que o conjunto de investidores reunidos à volta do interesse em criar uma alternativa mais forte ao Google estuda dois cenários, que eventualmente podem transformar-se em propostas concretas.



Um dos cenários supõe que a empresa venda vários activos, nomeadamente os 40 por cento que detém na empresa chinesa Alibaba, numa operação que reduziria significativamente o valor de mercado da empresa e tornaria mais fácil a sua aquisição pelos fundos de investimento privados.



Um outro cenário, aquele que está a ter mais impacto no mercado, prevê uma fusão de operações entre a AOL e a Yahoo, com a mesma condição de alienação da participação no Alibaba. O que não fica claro, nas informações apuradas pelo WSJ, é se a nova empresa que daqui surgir será cotada no mercado de valores.


Os investidores consideram que este poderá será o caminho mais eficaz para desenvolver uma estratégia de reforço da concorrência á Google.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.