O Governo francês vai disponibilizar 2 mil milhões de euros para expandir e melhorar o acesso à Internet de banda larga no país, anunciou o Primeiro-ministro François Fillon.

Em declarações à imprensa, o governante disse ser inaceitável que 500 mil franceses continuassem sem acesso à Internet de banda larga.

O plano consiste em fornecer às operadoras nacionais fundos para expandirem as suas redes de acesso à Internet de alto débito cobrando baixas taxas de juro pelo empréstimo.

O objectivo é incentivar a instalação deste tipo de infraestruturas em cidades mais pequenas e áreas rurais, diminuindo a actual desigualdade no acesso aos serviço de Internet.

Juntamente com os subsídios à implementação das novas redes foi também anunciada a disponibilização de 2,5 mil milhões de euros para suportar o desenvolvimento de serviços e conteúdos inovadores para o cliente.

O montante libertado, num total de 4,5 mil milhões de euros, será administrado através de um novo fundo para a economia digital.

Entre as novidades anunciadas pelo executivo francês está também o lançamento experimental de uma rede partilhada de fibra óptica em dois subúrbios de Paris, com a participação de três operadoras, e ainda o investimento num satélite de nova geração que será capaz de oferecer acesso à Internet de alta velocidade, a um preço razoável, em áreas isoladas num horizonte temporal de 4 anos.

O Primeiro-ministro desafiou ainda os fornecedores de Internet a lançarem uma "tarifa social" que oferecesse um serviço triple play por cerca de 20 euros, destinado a famílias com baixos rendimentos.

Não perca as principais novidades do mundo da tecnologia!

Subscreva a newsletter do SAPO Tek.

As novidades de todos os gadgets, jogos e aplicações!

Ative as notificações do SAPO Tek.

Newton, se pudesse, seguiria.

Siga o SAPO Tek nas redes sociais. Use a #SAPOtek nas suas publicações.