Ontem foi lançado um relatório sobre a implementação dos serviços 5G na Europa, e Portugal continua a ser um dos dois países que ainda não concluíram a fase de leilão. Hoje avançou-se com mais licitações, voltando-se a focar na categoria J, com total interesse na faixa dos 3,6 GHz. Comparativamente a ontem, houve uma subida de 677 mil euros na fase principal do leilão, nas suas 12 rondas.

As propostas dos operadores de telecomunicações totalizam hoje 337,787 milhões de euros, sendo que a totalidade do leilão resulta num encaixe potencial de 422,138 milhões de euros.

Veja na galeria todos os detalhes das licitações do leilão de hoje:

Fazendo uma análise às licitações de hoje, dos dados disponibilizados pela Anacom, registaram-se subidas de 1% em 10 lotes da categoria J e apenas um lote (J20) com um acréscimo de 2%. Nessa faixa nativa de 5G, a maioria registou já uma valorização de quase 360% face ao preço de reserva. O lote J20 continua a ser o mais valorizado em 364%.

Relativamente ao desenvolvimento do 5G fora da Europa, o Observatório europeu salienta que "em outras regiões do mundo" a quinta geração tem progredido "a um ritmo rápido também". "Estimamos que estão perto de 180 os operadores que fornecem serviços comerciais 5G em todo o mundo no final de junho" deste ano, lê-se no documento.

Não perca as principais novidades do mundo da tecnologia!

Subscreva a newsletter do SAPO Tek.

As novidades de todos os gadgets, jogos e aplicações!

Ative as notificações do SAPO Tek.

Newton, se pudesse, seguiria.

Siga o SAPO Tek nas redes sociais. Use a #SAPOtek nas suas publicações.