A Policia Judiciária, através da Direcção Central de Investigação da Corrupção e da Criminalidade Económica e Financeira (DCICCEF) e da Secção Central de Investigação da Criminalidade de Alta Tecnologia (SCICAT), apreendeu ontem uma série de material informático e um milhar de smart cards usados para garantir acesso ilícito a canais de cabo codificados.

Considerada uma “acção policial em larga escala” a operação “Box” envolveu 11 buscas após vários meses de investigação, conseguindo desmantelar vários servidores que distribuíam automaticamente as chaves de cifragem que permitiam aos utilizadores acederem ilicitamente aos canais de televisão por cabo em suas casas, diz a PJ em comunicado.

Os utilizadores deste tipo de serviço elevavam-se aos milhares, sendo a rede desmantelada “responsável por um prejuízo de vários milhares de euro/mês para a economia nacional”, calcula a PJ que não adiantou mais pormenores sobre possíveis detenções ou identificação de indivíduos envolvidos nem sobre se irá prosseguir as investigações abrangendo outros envolvidos na rede.

Entre o material apreendido nas buscas contam-se computadores, circuitos electrónicos para desbloqueamento de cartões, servidores Dreambox, routers e leitores-gravadores de chipcards.

Notícias Relacionadas:

2007-10-09 - Acesso ilegal à TV Cabo motiva cinco processos-crime

Não perca as principais novidades do mundo da tecnologia!

Subscreva a newsletter do SAPO Tek.

As novidades de todos os gadgets, jogos e aplicações!

Ative as notificações do SAPO Tek.

Newton, se pudesse, seguiria.

Siga o SAPO Tek nas redes sociais. Use a #SAPOtek nas suas publicações.