No final do ano a empresa de telecomunicações americana AT&T pretende disponibilizar ligações 5G em pelo menos 12 cidades. O que impede o salto para a nova rede sem fios é a ausência de uma infraestrutura, mas as empresas já começaram a preparar as suas torres de comunicações para introduzir a tecnologia.

Enquanto isso não acontece, a AT&T está a fazer testes, introduzindo acessos 5G em mais de 140 localizações, com o objetivo de acelerar a implementação. Desde 2017 que a empresa está a mexer na sua rede LTE, para aumentar e melhorar a sua capacidade de cobertura, sendo a primeira a aplicar o formato LTE-LAA que serve de base à velocidade 5G.

Altice junta-se à Huawei para fazer acelerar 5G em Portugal
Altice junta-se à Huawei para fazer acelerar 5G em Portugal
Ver artigo

O sistema para já “improvisado” e introduzido em algumas cidades é apelidado de “5G Evolution”, incluindo locais de Boston, Sacramento, Chicago, Memphis, San Diego e McAllen no Estado do Texas, entre outras. Já as primeiras cidades que irão receber o 5G “real” no final de 2018 são Waco, Atlanta e Dalas, que neste momento já acedem no formato de teste.

Para se entender no que se traduz as velocidades do “falso” e “real” 5G, as ligações da 5G Evolution têm picos até 400 Mbps. Mas as redes suportadas por LTE-LAA vão vitaminar as ligações até 1 Gbps.

TEK 5G

Claro que para usufruírem destas ligações, os utilizadores terão de ter equipamentos compatíveis, entre eles os smartphones da Samsung S8 e S9, em versões normais e Plus, o LG V30 e o Moto Z2 Force Edition. Mas à medida que o 5G se aproxima da realidade, mais equipamentos serão rapidamente adicionados à lista, como a Huawei, que vai esperar para segunda metade de 2019 para lançar o seu primeiro modelo.

Não perca as principais novidades do mundo da tecnologia!

Subscreva a newsletter do SAPO Tek.

As novidades de todos os gadgets, jogos e aplicações!

Ative as notificações do SAPO Tek.

Newton, se pudesse, seguiria.

Siga o SAPO Tek nas redes sociais. Use a #SAPOtek nas suas publicações.