É durante o evento TechDays 2017, que acontece de 12 a 14 de outubro, que vai ser possível assistir a uma demonstração pública da tecnologia 5G da Ericsson, empresa que detém memorandos de entendimento com 36 grandes operadores em todo o mundo, com vista ao desenvolvimento de um trabalho conjunto nesta área.

Essa colaboração com os operadores e parceiros da indústria e a colocação de toda a investigação em prática com testes nas redes dos operadores vai permitir recolher informações muito importantes para o desenvolvimento das redes móveis de quinta geração.

"Estamos fortemente empenhados em dar continuidade ao nosso trabalho em inovação, contribuindo para a constante modernização das comunicações móveis em Portugal”, refere Pedro Queirós, presidente executivo da Ericsson Telecomunicações em Portugal, numa nota enviada à imprensa. “Estamos a colaborar com os nossos clientes operadores em testes da nova tecnologia 5G, enquanto preparamos as redes atuais para uma transição suave para as comunicações de quinta geração”, acrescenta o responsável.

A intenção de que Aveiro fosse a primeira cidade portuguesa com 5G já tinha sido manifestada por Pedro Queirós, na altura em que foi assinado o memorando de entendimento entre a Ericsson e a Altice Labs para o 5G, e que materializou na criação de um laboratório de desenvolvimento.

Embora a evolução das redes de comunicações para o 5G seja uma realidade cada vez mais próxima, os operadores portugueses defenderam ontem, durante o congresso da APDC, que deve existir alguma cautela para que não seja cedo demais, ou caro demais.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.