O número de utilizadores de banda larga móvel chegou aos 500 milhões em 2010 e duplicará ao longo deste ano para atingir os mil milhões, impulsionado pelo cada vez maior volume de smartphones, tablets e outros dispositivos móveis disponíveis no mercado.



Esta é pelo menos a previsão da Ericsson num estudo publicado recentemente, onde também indica que, por áreas geográficas, a Ásia Pacífico será aquela que concentrará maior número de utilizadores (400 milhões).



Os Estados Unidos e a Europa Ocidental serão as duas outras regiões com mais utilizadores de serviços de banda larga móvel, com cerca de 200 milhões de utilizadores em cada área.



A Ericsson considera que o surgimento no mercado de cada vez mais dispositivos ligados à Internet, como os smartphones, tablets e computadores, assim como o desenvolvimento das chamadas redes de nova geração, têm contribuído para o crescimento do número de subscritores deste tipo de serviços.



O uso dos novos dispositivos levou a que o tráfego global de dados móveis tenha crescido "muito rapidamente", sublinha a empresa sueca, referindo-se, desta vez, aos dados recolhidos por si entre Agosto de 2009 e Agosto de 2010, quando o número de subscrições terá triplicado.



Em 2015 a Ericsson acredita que o número de utilizadores de banda larga móvel atinja os 3,8 mil milhões.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.