Os números hoje revelados pela Anacom mostram que Portugal mantém uma taxa de penetração das redes móveis acima dos 100 por cento, chegando no segundo trimestre deste ano aos 10,7 milhões de utilizadores. A utilização de planos de assinatura registou porém uma quebra de 4,5 por cento em relação ao período homólogo, cimentando o domínio dos cartões pré-pagos, escolhidos por mais de 81 por cento dos clientes.



De acordo com os dados do segundo trimestre, o número de assinantes de redes móveis cresceu 0,7 por cento em relação aos valores dos primeiros três meses de 2005, mas subiu mais 8,8 por cento face ao período homólogo. Com um valor global de 10,7 milhões de clientes dos serviços móveis, Portugal tem uma taxa de penetração de 102,3 por cento, o que se explica pelo facto de existirem utilizadores com cartões e/ou assinaturas de mais de um operador.



Portugal está bem acompanhado no clube dos países onde o número de assinantes de redes móveis ultrapassa o total da população. Na Europa o fenómeno regista-se em 11 dos 25 Estados membros da União Europeia, estando o Luxemburgo no topo da lista com uma taxa de penetração das redes móveis de quase 135 por cento.


O regulador do mercado de telecomunicações indica que foram realizadas cerca de 1,61 mil milhões de chamadas no segundo trimestre de 2005, num crescimento de 6,6 por cento em relação ao trimestre anterior, uma subida que se equipara às chamadas recebidas, que se cifraram em 1,65 mil milhões. Apesar deste crescimento, as comunicações realizadas para a rede fixa voltaram a baixas, perdendo 0,5 por cento.



Em comunicado a Anacom indica que das cerca de 50 chamadas mensais realizadas, em média por cada utilizado, 34 delas são destinadas à rede do operador de origem, o que sustenta o domínio do tráfego dentro do mesmo indicativo.



A utilização do SMS continua também a crescer, aumentando 13,9 por cento no segundo trimestre do ano para um volume total de mensagens de 712 milhões.


Continua a não ser discriminado nestas estatísticas o tráfego de GPRS nem os valores de adesão ou de comunicação em redes 3G.

Notícias Relacionadas:

2005-08-06 - Redes móveis com boa capacidade para manter comunicações de longa duração

2005-07-13 - Taxa de penetração móvel em Portugal ultrapassa os 100 por cento

Não perca as principais novidades do mundo da tecnologia!

Subscreva a newsletter do SAPO Tek.

As novidades de todos os gadgets, jogos e aplicações!

Ative as notificações do SAPO Tek.

Newton, se pudesse, seguiria.

Siga o SAPO Tek nas redes sociais. Use a #SAPOtek nas suas publicações.