A iniciativa lançada hoje é uma reação europeia aos resultados de um estudo apresentado em abril deste ano, sobre a realidade da utilização de equipamentos e serviços digitais nas escolas.



Abrir ao Mundo os Sistemas de Educação é um plano de ação que visa contribuir para melhorar as respostas das escolas europeias à necessidade de criar competências digitais nos seus alunos, um requisito que deverá ser exigido por 90% dos empregos até 2020.



A iniciativa é apoiada num novo site, que permitirá a estudantes, profissionais do sector e estabelecimentos de ensino partilhar recursos educativos abertos e sem limites à utilização.



A iniciativa tem três objetivos principais: criação de oportunidades de inovação para organizações, professores e estudantes; maior utilização de recursos educativos abertas; melhor infraestrutura TIC e melhor conectividade nas escolas.



No que se refere à maior utilização de recursos educativos abertos, a CE pretende garantir que os materiais didáticos produzidos com financiamento público são acessíveis a todos.



A pesquisa realizada pela CE tinha revelado que 60% das crianças com nove anos, o que em Portugal corresponde à fase final do primeiro ciclo, nunca tinham usado um equipamento digital nas respetivas escolas, enquanto 50 a 80% dos estudantes nunca usaram manuais digitais, software para exercícios, jogos didáticos nem tiveram acesso a emissões de TV ou podcasts.



Os mesmos dados mostravam que o desafio do reforço das competências digitais se coloca nos vários níveis de ensino, incluindo nas universidades, onde a procura deve aumentar nos próximos anos e se torna mais urgente adaptar os métodos de ensino tradicionais às novas realidades do mercado.

Escrito ao abrigo do novo Acordo Ortográfico

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.