São duas as mensagens em causa, trocadas em 2012, e obtidas agora pela Al Jazeera, uma entre Keith Alexander e o presidente do conselho de administração da Google, Eric Schmidt, e a outra entre Keith Alexander e o co-fundador da gigante da Internet Sergey Brin.

Apesar de não revelarem nada de muito escandaloso, os emails mostram um grau de intimidade diferente da mera "colaboração imposta pela lei" que as tecnológicas envolvidas no esquema de espionagem da NSA fizeram questão de apregoar.

Embora trocadas com os responsáveis da Google, as mensagens mencionam outras tecnológicas, como a Microsoft, a HP, a AMD e a Apple, entre outras, como participantes "voluntárias" - o adjetivo usado é "willing" - nos encontros com a agência norte-americana, menciona um artigo publicado esta terça-feira pelo Gizmodo.

Escrito ao abrigo do novo Acordo Ortográfico

Não perca as principais novidades do mundo da tecnologia!

Subscreva a newsletter do SAPO Tek.

As novidades de todos os gadgets, jogos e aplicações!

Ative as notificações do SAPO Tek.

Newton, se pudesse, seguiria.

Siga o SAPO Tek nas redes sociais. Use a #SAPOtek nas suas publicações.