O continente africano não tem sido o mais afetado pela pandemia de COVID-19 mas são várias as restrições de circulação impostas pelos países. Na Namíbia, a empresa portuguesa especialista em serviços digitais, Readiness IT, participou numa iniciativa que ajudou mais de 2,5 milhões de pessoas a beneficiarem do suporte económico governamental sem sairem de casa, evitando contactos desnecessários.

Na Namíbia, o Governo tomou medidas para evitar a propagação do novo Coronavírus e garantir a saúde e bem-estar dos cidadãos. Neste contexto que pode agravar as dificuldades financeiras, o Ministério das Finanças desenvolveu um programa de suporte económico à população e, através de um rendimento único de emergência, todas as pessoas que estão em situação vulnerável devido à pandemia são apoiadas pelo Estado.

A empresa portuguesa apoiou a operadora Mobile Telecommunications Limited (MTC) na implementação desta ação, num processo que demora menos de cinco minutos a estar concluído pelos cidadãos, garante a Readiness IT em comunicado. Para isso, é necessário o acesso a um telemóvel.

OCDE: Portugal é o país com mais projetos "inovadores" para combater a COVID-19
OCDE: Portugal é o país com mais projetos "inovadores" para combater a COVID-19
Ver artigo

Como explica a empresa, o sistema consiste no envio de SMS para o número de serviço e a introdução de alguns dados solicitados, como dados pessoais e bancários, que são posteriormente analisados e validados pelo sistema. No final é feito um processo de verificação, que confirma se a pessoa está apta a receber o apoio financeiro estatal. Caso tenha acesso a esse apoio, o suporte financeiro do cidadão é transferido do Governo para a conta bancária.

A Readiness IT, empresa sediada no Porto e com escritórios em Portugal, Chile, e Nova Zelândia, conta com os seus mais de 400 colaboradores a trabalhar remotamente. Através dos seus serviços, contribuiu para a ajuda económica a milhões de cidadãos na Namíbia, para além de apoiar a MTC a lidar com "o excesso de tráfego de rede e sistemas sobrecarregados". Agora o número de transações ultrapassa as 1.500 por minuto, garante.

Portugal parece estar bem posicionado no que toca às respostas que tem desenvolvido para combater a COVID-19. De acordo com a OCDE, das 148 respostas diferenciadoras em todo o mundo, 17 são portuguesas, o que corresponde a cerca de 11% do total.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.