Um grupo de empresas liderado pela Nokia uniu-se para ajudar a diminuir os impactos ambientais dos seus produtos, ao longo do respectivo ciclo de vida. A iniciativa nasce no âmbito de um projecto mais lato da Comissão Europeia e reúne fabricantes de equipamentos, operadores de rede, fornecedores, organizações ambientais e empresas de reciclagem em torno de um objectivo: aumentar a performance ambiental dos telemóveis e desempenhar um papel mais activo na sua reciclagem.



Para além da Nokia integram a parceria empresas como a Motorola, Panasonic Mobile Communications, France Telecom /Orange, Vodafone, TeliaSonera, Intel, Epson, Spansion e Umicore que se juntam a organizações ambientais e de consumidores. A maioria das fabricantes e operadoras possuía já os seus próprios programas ambientais mas alarga agora o âmbito com esta iniciativa.


O grupo vai levar a cabo um conjunto de iniciativas em diversas áreas que contribuam para diminuir os impactos ambientais da utilização de equipamentos móveis. Na área do consumo energético as empresas acordaram equipar os telemóveis com dispositivos de aviso que disparam sempre que o telefone ligado à corrente está completamente carregado.


De acordo com cálculos das fabricantes mesmo que apenas 10 por cento da população mundial com telemóvel respeite o sinal e desactive o carregador quando soar o aviso, isso será suficiente para num ano gerar energia para abastecer 60 mil casas europeias pelo mesmo período de tempo.



No caso da Nokia os primeiros equipamentos com esta funcionalidade chegam ao mercado já em meados do próximo ano, política que será seguida pelas outras fabricantes envolvidas.



Eliminar o uso de materiais potencialmente perigosos é outro dos compromissos assumidos pelas empresas, assim como intensificar esforços para aumentar os índices de reciclagem e devolução dos equipamentos em fim de vida.



Neste campo o objectivo é analisar os principais programas de reciclagem em vigor um pouco por todo o mundo, tarefa que se irá desenrolar ao longo dos próximos dois anos, em simultâneo com o desenho de novos programas de incentivo à devolução a implementar em vários países.



As empresas comprometem-se ainda a fornecer mais informação aos consumidores sobre a performance ambiental dos equipamentos, por forma a que estes possam fazer escolhas mais informadas. O primeiro passo será investigar e perceber que informação interessa ao consumidor, para posteriormente a disponibilizar.


Notícias Relacionadas:

2006-08-30 - Dell e Nokia lideram ranking de fabricantes com maiores cuidados ambientais

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.