As autoridades norte-americanas indiciaram por roubo de dados um grupo de 11 pessoas, de cinco nacionalidades. Os suspeitos são acusados de roubar mais de 40 milhões de números de cartões de crédito e de débito e de venderem, posteriormente, a informação.




Segundo o Departamento de Justiça Americano, os indivíduos terão alegadamente entrado nos sistemas informáticos de várias cadeias de retalho dos EUA onde instalaram programas para aceder a informação e passwords das contas.




Pelo menos nove retalhistas terão sido alvo desta fraude, entre eles a OfficeMax, a Barnes & Noble, a BJ's Wholesale Club, a Sports Authority e a T. J. Maxx, refere a imprensa internacional.




Três dos arguidos são cidadãos norte-americanos. Os restantes são oriundos da Estónia, Ucrânia, Bielorússia e China.


Notícias Relacionadas:

2008-01-18 - Retalhistas norte americanos perdem dados de 650 mil consumidores

2007-03-30 - Hackers roubam informações de 45,7 milhões de cartões de crédito

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.