A medida foi apresentada esta terça-feira e a ideia é estender a subsidiação que existe para os serviços de telefonia fixa desde 1985, também aos serviços de Internet de banda larga e garantir que as condições económicas das famílias não as impedem de ter acesso a este tipo de serviços.

A proposta da Comissão Federal das Comunicações, detalhada pelo The New York Times, prevê um subsídio mensal de 9,25 dólares para as famílias com rendimentos mais baixos.  

A medida insere-se no programa Lifeline, o mesmo que já disponibiliza subsídios para os serviços de telefonia. A renovação do pacote e das várias medidas de combate à infoexclusão que o compõem serão votadas no dia 31 de março.

Um estudo realizado pela Pew Internet em 2013 indicava que só metade dos lares americanos com rendimentos anuais abaixo dos 30 mil dólares têm acesso a serviços de banda larga, uma percentagem que a FCC pretende aumentar com esta medida. 

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.